Efeito sanfona: por que seus alunos sofrem com isso?

23/11/2020 - Saúde e Bem-estar

Para os alunos que vivem de dieta, este ciclo pode se repetir por longos anos ou até mesmo durante a vida toda. Para compreender mais deste feito e poder instruir melhor seus alunos, vamos entender porque eles sofrem com isto!

Segundo a nutricionista P.h.D Sophie Deram, o maior causador desse fenômeno são as dietas restritivas. Segundo ela, “o efeito sanfona ocorre quando a pessoa resolve mudar um padrão para um estilo de vida muito difícil de sustentar a longo prazo. E quanto mais drástica for a perda de peso, mais traumático será para o corpo. Radicalismos como a redução extrema de calorias, ou a eliminação de grupos alimentares inteiros do dia a dia acabam assustando o corpo. Essa restrição emagrece, claro. Mas é difícil manter-se por muito tempo na privação”. 

Por exemplo: Supomos que seu aluno resolva cortar todo o carboidrato da alimentação. Vai emagrecer? Vai. Aí vem aquela sensação: “poxa, valeu a pena”. Mas dá para passar o resto da vida sem carboidrato? Sem pão, macarrão e pizza? Aos poucos ele vai voltar a comer e pode até perder o controle e voltar a engordar.

 Agora que você já entendeu o que é efeito sanfona, vamos à algumas dicas sobre como auxiliar seus alunos a eliminarem isto de suas vidas. Afinal, melhor do que perder vários quilos em poucas semanas com uma dieta “milagrosa”, é eliminar o peso aos poucos até chegar no seu peso saudável, mas a partir de uma transformação dos hábitos alimentares.

Instrua seus alunos a:

1. Comer melhor, não menos: ao excluir totalmente alimentos da vida, só porque acham que eles engordam, só aumenta os episódios de exagero. Então ao invés de seus alunos eliminarem totalmente o açúcar ou a gordura, por exemplo, instrua-os a diversificar sua alimentação. Incluindo mais alimentos in natura e diminuindo o consumo dos ultraprocessados!

2. Transformar sua relação com a comida: é importante que seus alunos não pensem em alimentos como bons ou ruins. Todos nós podemos comer de tudo, mas não tudo! Incentive-os a fazer as pazes com a comida.

Comer com atenção plena: o momento da refeição é sagrado. É importante evitar os estímulos, prestar atenção ao que está levando até a boca, sentir os sabores. Dessa forma, passarão a comer com mais moderação e o que é melhor: com mais prazer e sem culpa.

Não esqueça de lembra-los: dietas restritivas levam a efeito sanfona.




Relacionadas

  • 24/02/2021

    Saúde Postural


    Seus alunos e clientes, inclusive os que são atletas, estão cada vez mais stressados com as cobranças do dia a dia. Essa pressão pode ocasionar o encurtamentos de determinados grupos musculares, principa...
     Ler matéria completa
  • 08/12/2020

    Treinar no Calor


    Os dias mais quentes do ano estão chegando e para ter um bom rendimento e resultados nos treinos, algumas mudanças de hábitos precisam ser tomadas. Separamos algumas dicas que irão te ajudar a treinar du...
     Ler matéria completa
  • 04/10/2020

    OUTUBRO ROSA - Benefícios de praticar exercícios físicos para a saúde da mulher


    Além de os exercícios físicos ajudarem na autoestima da mulher, que segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) também faz parte do conceito de uma boa saúde, é importante salientar, que a prática...
     Ler matéria completa



Rua Bernardino Jos de Oliveira, 1113
(47) 3334 1003
Badenfurt - Blumenau/SC
CEP: 89070-270
Rua Bahia, 230
(47) 3337-3888
Itoupava Seca Blumenau/SC
CEP: 89031-000
Comendador Franco, 5378
(41) 3016-1366
Curitiba PR
CEP: 81560-000