Cuidados ao treinar no inverno

22/06/2018 - Opinião Profissional

Com as baixas temperaturas, os treinos tendem a diminuir. Mas como já vimos aqui no blog, é nessa época que a atenção ao corpo deve redobrar, pois há muitas vantagens de treinar no inverno, e atividades físicas feitas com cuidado são importantes para melhorar desempenhos e evitar lesões.

A seguir, indicaremos alguns itens que merecem atenção durante o inverno:

1- Roupas certas

A escolha das roupas exerce um papel importante na hora dos treinos. Por exemplo, a quem se exercita em parques, recomenda-se evitar o excesso de agasalhos. Durante o exercício físico o corpo procura manter sua temperatura estável, por isso há uma produção de suor como mecanismo de perda de calor. E é por isso que as roupas devem facilitar a transpiração do praticante, e assim, evitar a desidratação.

 2-  Aquecimento

O aquecimento é importante para preparar o corpo antes dos exercícios físicos, e também é considerado um trabalho preventivo para diminuir as chances de lesões. Como as temperaturas tendem a estar mais baixas, o corpo demora mais para esquentar. Assim, o tempinho investido no aquecimento beneficiará o seu corpo e ajudará no desempenho do esporte ou exercício. Se irá correr, comece com caminhada leve aumentando a intensidade gradativamente. Ou se irá à musculação, pode-se iniciar com uma caminhada na esteira ou até mesmo pedalando na bike, porém é importante executar de duas a três séries de quinze a vinte repetições com carga leve no primeiro equipamento do seu programa de treino, para que os músculos que serão recrutados estejam aquecidos especificamente. 

3- Hidratação

Mesmo no frio, a hidratação continua tendo extrema importância. A reposição de líquido durante e após o treino com água e isotônicos, pode evitar a perda de capacidade de realizar funções metabólicas de forma eficiente, evitar a redução da contração muscular e principalmente evitar a ocorrência de câimbras musculares.

4- Alongamento

O alongamento é um complemento do aquecimento e também de grande importância no pós-treino. No frio, os vasos estão menos dilatados e a musculatura se mostra mais retraída, por isso a importância de alongar junto ao aquecimento e a execução deste pós treino colabora na prevenção de eventuais estiramentos e fraturas.

5- Friagem após o treino

Depois do exercício, é importante tomar cuidado para não ficar exposto ao frio por mais tempo que o necessário. O corpo está quente e o ambiente frio, podendo haver um choque térmico, que causa resfriados e mal estar.

Agora que você já tem dicas para treinar com segurança, mantenha o ânimo para treinar no frio e lembre-se: sua saúde merece atenção o ano inteiro!

Esta publicação tem assinatura de Naira Vier, profissional de Educação Física certificada pelo CREF (023346-G/SC). 




Relacionadas

  • 16/08/2019

    Cadeira abdutora: com ou sem inclinação do tronco?


    A cadeira abdutora é comumente vista nas salas de musculação e é utilizada para executar o exercício de abdução de quadril....
     Ler matéria completa
  • 22/03/2019

    Gestantes e musculação


    Saiba quais os benefíciose riscos da musculação durante a gravidez...
     Ler matéria completa
  • 14/12/2018

    Corredores podem treinar força?


    O treino de força proporciona fortalecimento e resistência muscular aos atletas de corrida....
     Ler matéria completa



Rua Bernardino Jos de Oliveira, 1113
(47) 3334 1003
Badenfurt - Blumenau/SC
CEP: 89070-270
Rua Bahia, 230
(47) 3337-3888
Itoupava Seca Blumenau/SC
CEP: 89031-000
Comendador Franco, 5378
(41) 3016-1366
Curitiba PR
CEP: 81560-000